Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Generalidades’ Category

Um excelente site para estudos sobre a Igreja Siríaca Ortodoxa, do aramaico e outras línguas orientais:

Bem-vindo ao nosso site

    Bem-vindo ao nosso site Cadernos de Estudos: ISOA Brasil – “Ortodoxia Siríaca para todos“.

    O objetivo desta página na internet é oferecer aos fiéis Cristãos Ortodoxos Siríacos no Brasil e aos amantes da Tradição Siríaca e aos interessados nesta temática, a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a IGREJA SIRÍACA ORTODOXA DE ANTIOQUIA – ISOA.

    O nosso atual patriarca é Sua Santidade Moran Mor Ignátius Aphrem Karim II, 123 Patriarca da Sé Petrina de Antioquia e de Todo o Oriente […]

Sobre o autor/editor, Raban Isaac Souza:

[…]Atualmente, sou um Monge-Padre (Raban), no Mosteiro Santo Afrem, em Ma’arrat, Rif Dimashaq, Syria (num distrito de Damasco chamado Ma’arrat, na Síria). Estou aperfeiçoando meus estudos filosóficos, teológicos e também estudando a filologia siríaca (aramaica) dentre outras […]

Ou seja, é alguém que nos oferece uma visão direta sobre o assunto! Parabéns pelo excelente site, Raban Isaac, e obrigado por compartilhar de sua experiência conosco!

Read Full Post »

Após alguns meses sem postar no blog, volto para anunciar a publicação do livro:

Textos Aramaicos Volume 1

Textos Aramaicos Volume 1

Textos Aramaicos Volume 1

publicado através do Clube de Autores, que é uma editora de publicação sob demanda.

Acesse o livro clicando aqui.

Todos os textos em aramaico utilizados no livro podem ser encontrados na internet, e alguns já foram inclusive traduzidos por mim no blog Textos Aramaicos.

O livro tem 70 páginas, tamanho A5. Apresenta o texto aramaico e a tradução para o português em colunas paralelas. O preço ficou um pouco alto, mas publicar sob demanda custa mais caro do que por editoras convencionais.

O livro obviamente não é acadêmico e a proposta é principalmente apresentar aos leitores de língua portuguesa um pouco da cultura aramaica.

A seguir, os links para os textos e fontes originais utilizados no livro, incluindo aqueles já traduzidos para o português por mim:

O Evangelho de Marcos – Capítulos 1 e 2 – Na Versão Peshitta.

Os comentários de Ishodad de Merv sobre os capítulos 1 e 2 do Evangelho de Marcos.

O Testamento de Adão

A História de Arsanis

Dos Atos de Shimon Kepa

Abgar e Yeshua

Quando o Cometa Passou

Eusébio de Cesaréia – História Eclesiástica Capítulo I.11

Aproveito também para informar que pretendo continuar a tradução do Evangelho de Marcos e disponibilizá-la livremente no blog Textos Aramaicos, e, quando terminá-la, quiçá publicá-la como o Volume 2 da série Textos Aramaicos (mas sempre com o texto livremente disponível).

Então, se o caro leitor tiver interesse no livro, acesse clicando em Textos Aramaicos Volume 1

Textos Aramaicos Volume 1

Textos Aramaicos Volume 1

Read Full Post »

Após um mês sem publicar algo novo no blog, trago a última parte da tradução que fiz do texto aramaico do Testamento de Adão: desta vez é a Hierarquia Celeste. Clique aqui e siga os links.

Nas próximas semanas vou fazer uma revisão geral de todo o texto, e provavelmente um arquivo em pdf para download.

Pilipos

Read Full Post »

Fiz uma conta no twitter:

http://twitter.com/arampilipos

Ainda tenho que descobrir como usar de forma mais adequada… 😛

Se eu gostar da idéia, vou seguir usando.

Pilipos

Read Full Post »

Comecei um novo blog chamado Textos Aramaicos, onde pretendo colocar apenas traduções que vou fazendo enquanto meus estudos nesta língua progridem. Aqui está um trecho da Apresentação do no novo blog:

Este blog é um complemento ao meu outro blog – Aramaico. Enquanto que em Aramaico eu estou indexando materiais relacionados à língua e cultura aramaica que vou encontrando na internet, aqui pretendo colocar textos que estou traduzindo enquanto meus estudos da língua aramaica progridem.
Certamente estas traduções não têm valor acadêmico, visto que sou apenas um entusiasta nesta área, e muitos erros são esperados. Mas o leitor de língua portuguesa que eventualmente passar por aqui, poderá ter uma idéia mínima do seu conteúdo. O estudioso/estudante acadêmico com certeza irá preferir consultar os textos em sua língua original.

[]

Ainda não encontrei a melhor forma de apresentar as traduções, por enquanto é só procurar no menu do lado esquerdo na página inicial.

E para inaugurar o novo blog, coloquei a primeira parte do texto conhecido como o Testamento de Adão, um apócrifo/pseudo-epígrafo do início da era cristã. Clique aqui para ir para o índice do trabalho. Por enquanto, apenas a primeira parte foi traduzida. Espero conseguir terminar o texto inteiro nas próximas semanas.

Como o blog será apenas para as traduções, qualquer atualização será anunciada aqui no blog Aramaico. Traduzir do aramaico exige muito tempo, e só posso faze-lo no meu tempo disponível, então provavelmente estas atualizações não serão muito freqüentes 😛

Ressalto que esta é uma primeira tentativa que faço de traduzir um documento inteiro, sendo que estou trabalhando neste texto (o Testamento de Adão) há muitos meses,  e portanto muitos erros são esperados. Mas a medida em que estes erros forem detectados, vou atualizando a tradução.

Então, espero que aproveitem mais este recurso.

Pilipos

Read Full Post »

Recentemente este blog alcançou a cifra de 16000 visitas (atualmente está em 16346). Creio que está bem para um blog que tem apenas alguns meses de operação e que trata de um assunto um tanto quanto obscuro no Brasil, que é a língua aramaica. Os seguintes artigos tiveram o maior número de visitas:

1 Salmo 23 em Aramaico Antigo
2 Pai Nosso Em Aramaico Antigo
3 Bíblia Peshitta – Novo Testamento em Aramaico
4 Codex Khabouris – Peshita Novo Testamento
5 Livros Apócrifos do Antigo Testamento em aramaico

Todos estes posts tem em comum o fato de estarem na categoria Bíblia Aramaica – Peshitta.

Ultimamente não tenho escrito muito por aqui, mas estou preparando alguns projetos, que incluem a tradução de textos, entre eles o  Testamento de Adão, e uma edição crítica da Peshitta para leitores de língua portuguesa, e algumas outras coisas mais. Talves eu publique estas traduções  em um blog separado deste.

Gostaria que algum dia tivéssemos todos acesso a materiais e trabalhos mais acadêmicos, produzidos por profissionais das universidades, em português. Mas tenho a impressão que, pelo menos aqui no Brasil, este assunto, a língua Aramaica, não tem a atenção devida por parte dos acadêmicos, o que é lamentável. Então, até que isto aconteça, é meu objetivo que este blog possa dar uma contribuição, mesmo que mínima, aos leitores de língua portuguesa sobre o aramaico, língua tão antiga e pouco estudada aqui no Brasil.

Temos também que louvar os esforços realizados por algumas outras pessoas. Por exemplo, do malpana Nyudraa, um dos primeiros a utilizar a internet para difundir o aramaico no Brasil, através do Aramaico Brasil, que é composto de blog, site e grupo de discussão. No site Torah Viva havia um projeto de tradução do Novo Testamento Aramaico para o português, muito bom e interessante, mas parece que foi descontinuado e tirado do ar. Vamos torcer para que volte logo!  E mais recentemente, o Allan, do blog Caminhos Antigos, também começou uma série de estudos sobre o aramaico e a Peshitta. Ele não atualiza o blog já há algum tempo, mas esperamos que ele o faça assim que possível, pois o seu trabalho também é excelente.

Enfim, agradeço a todos os visitantes que por aqui passaram e passam, e espero que aproveitem os recusos oferecidos.

Pilipos

Read Full Post »

[texts] The fourth book of Maccabees and kindred documents in Syriac – Bensly, Robert Lubbock, 1831-1893, ed
Keywords: Syriac language
Downloads: 246

Este interessante volume nos traz alguns documentos em aramaico relacionados ao martírio dos Macabeus.

The Fourth Book of Maccabees (O Quarto Livro dos Macabeus).

O autor de 4 Macabeus nos conta, em uma forma expandida e com algumas variações a história do segundo livro dos Macabeus, sobre o martírio de Eleazar e da Mãe e seus sete filhos por Antiochios Epifâneo, cerca de 169 a.C., na forma de um sermão. O texto em aramaico foi editado a partir de 9 manuscritos. Não apresenta tradução para o inglês.

Outros documentos:

Panegyric of Gregory Nazianzen on Maccabees – texto em aramaico.

Mêmra of Mar Severus – texto em aramaico, com tradução em inglês.

Story of Mariam – texto aramaico com tradução.

Madrasha of Ephrem – texto aramaico com tradução.

Mêmra by an unknow hand – texto aramaico com tradução.

Observações: Os textos aramaicos estão no final do volume, e devem ser lidos na ordem reversa, ou seja, começam na última página do documento.

Dados Bibliográficos:

Autores: R. L. Bensly (ed.). W. E. Barnes (trad.).
Editora: Cambridge, The University press.
Ano: 1895.

Read Full Post »

PREFACE
The Author hopes that this treatise may be of use to many persons who possess only an elementary knowledge of Hebrew, as well as to more advanced students ; hence the frequent references to Francis Browne’s Hebrew Lexicon.
He also wishes to call especial attention to the important epigraphic feature discussed in Note II., which has a very distinct bearing on the age of the Book of Daniel.

My object in this essay is to show that a dental dialect most certainly existed in the Old Aramaic, and that the papyri from Elephantine, so far from exhibiting the sibilant dialect as giving place to the dental, rather exhibit the dental dialect as affected by the sibilant in a mixed community, drawn from various quarters, such as the Jewish garrison at Elephantine. I shall also endeavour to show, that the difference in dialect is due to locality and contact, rather than to the age of the inscriptions and documents ; and in
doing this I shall call attention to evidence deducible from the cognate languages of South Arabia and Abyssinia.

Dadda-‘idri, or, The Aramaic of the book of Daniel

[item image]

(2.6 MB)Flip Book
(25 MB)Flip Book (beta)
(2.6 MB)PDF
(2.5 MB)B/W PDF
(97 KB)Full Text
(1.2 MB)DjVu

Author: Boutflower, Charles, 1846-
Subject: Bible
Publisher: London : Society for Promoting Christian Knowledge
Possible copyright status: NOT_IN_COPYRIGHT
Language: English
Call number: 197797
Digitizing sponsor: Internet Archive
Book contributor: Princeton Theological Seminary Library
Collection: americana

Read Full Post »

How, what, where?

The field of the Patristic studies and publications has showing a great expansion inside a lot of sites and groups, where the themes involved such oriental studies, lexicographic and bibliographic research, inclusive other aspects like the indexation of big quantities of text are the subjects and tools for a daily work.

Doesn’t enough to know where some contents directly can be founded, some sites, i. e. the Google Books Project, adds day to day until 10,000 volumes, making in some cases almost impossible to find any content in a preliminary search.

How.

The ‘keywords’ are the most common way to search in the sites, but some books changes their title between edition and place of print.

Is very useful to have an extended quantity of translations for the same word, in our situation, Arameo [for spanish], Aramaic [for english], Arämaisch [for german], Aramaico [for portuguese].

The wrong writting of any word must be a frequent factor to exclude in any search some volumes what are effectively inside some sites. You can test this, making a search in Internet Archive with the Aramäisch word without the overpuncted ‘ä’: the word aramaisch does not show any result.

The name of the authors, in a few cases, change its orthography leaving out some specific special letters, to make they accessible and searchable between the search automated motors. If the author you are looking for has in his name a non-latin letter, try to convert it to the most close written character possible, i. e.: ç to c, æ to ae.

What

The most common format to work and publish and digitize books, papers and essays, is the PDF [Portable Document Format]. This format works well and fine with a ‘medium’ size book, think in a 250-350 pages book. If the book was edited and published digitally, the size of the whole volume can have only a pair of megabytes. But in the old books digitized with opto-mechanical methods, the size of a medium book must have 34-50 megas -talking about any book inside Internet Archive- if the pages maintain the color profiles; the same book, in Google Books Project will have a smallest size: the color profiles for all the books in Google Books are excluded, and the images are binded in b/w.

The .doc or .txt is very unusual, but other graphic formats are used to make the digitizations, not only .jpg or .gif.

If the site shows .tif or .tiff images, almost all the OS have an image viewer to this filetype. Some sites offer the original images obtained with the scanners, but the use of some plugin or specific viewer in this cases must be required.

A good idea is to install some advanced image editor, overall if you have the idea to print the images for personal study. Photoshop, ACDsee,  or GIMP can deal with the most raw format images.

Where

InternetArchive, Googlebooks, BYU [www.lib.byu.edu/dlib/cua/], RELTECH [http://alpha.reltech.org/]… and ‘course: This blog!

Greg.

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: