Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Manuscritos’

cron

O Registro das Eras (ܡܟܬܒܢܘܬ ܙܒܢܐ), por Bar Hebraeus.

Trabalho histórico de Bar Hebraeus, chamado O Registro dos Tempos/das Eras (ܡܟܬܒܢܘܬ ܙܒܢܐ). A obra é dividida em duas partes. A primeira parte trata sobre a história civil e política do mundo, começando com Adão e indo até os próprios dias do autor, e se chama Crônica, ou Cronografia (ܟܪܘܢܘܓܪܐܦܝܐ). A segunda parte é uma História Eclesiástica.

[texts] St. Marks Monastery 3.9 – Center for the Preservation of Ancient Religious Texts, BYU
Chronicle of the ages
Keywords: Manuscript; Syriac Manuscript; St. Mark’s Monastery (Jerusalem)
Downloads: 20

O manuscrito, que pertence ao Mosteiro de São Marcos, em Jerusalém, tem a obra completa, e data entre 1496 e 1503 AD.

Para uma descrição completa do manuscrito, em inglês:  clique aqui.

PS: clique aqui para uma breve discussão sobre esta obra.

Edições

Primeira Parte (História Civil e Política)

P. Bruns and G.W. Kirsch, eds. Bar-Hebraei Chronicon Syriacum, 2 vols. (Leipzig, 1789).

P. Bedjan, ed. Gregorii Barhebræi Chronicon Syriacum e codd. mss. emendatum ac punctis vocalibus adnotationibusque locupletatum (Paris, 1890).

Segunda Parte (História Eclesiástica)

J.-B. Abbeloos and T.J. Lamy, eds. and trans., Gregorii Barhebræi Chronicon ecclesiasticum, 3 vols. (Paris, 1872–1877).

 

 

Read Full Post »

O Livro das Histórias dos Santos e Apóstolos e Mártires e etc (MS Sachau 222).

sachau222

Ms. Sachau 222 fol. 2v. Pela virtude de nosso Senhor Jesus o Messias, começamos a escrever o livro das histórias dos Santos e Apóstolos e Mártires e etc. […]

Visualização e Download: clique aqui.

Este é um belo volume contendo histórias de santos, apóstolos e mártires. É datado do ano 1881 AD. Está escrito em uma caligrafia siríaco oriental bem bonita, chamada Madnhaya (uma palavra que significa “oriental”). Muitas das histórias já foram publicadas em várias edições, baseadas neste e em outros manuscritos.

Uma descrição detalhada (em alemão) pode ser encontrada neste link.

Bibliografia e abreviações:

[Abbeloos ActKardag] J. B. Abbeloos, Acta Mar Kardaghi. Leipzig, 1890.

[Abbeloos ActMaris] J. B. Abbeloos, Acta Sancti Maris. Brussels, 1885.

[Assemani ASM] S.E. Assemani, Acta sanctorum martyrum Orientalium et Occidentalium, 2 Vols. Rome, 1748.

[Bedjan AMS] P. Bedjan, Acta martyrum et sanctorum, 6 vols. Paris–Leipzig, 1890–1897.

[Budge Hist] E. W. Budge, The History of the Blessed Virgin Mary and The History of the Likeness of Christ Which the Jews of Tiberias Made to Mock At. Volume I Syriac Texts. Volume II English Translations. London 1999.

[Guidi LetSim] I. Guidi, La lettera di Simeone vescovo di Beth-Arsam sopra i martiri Omeriti. Roma 1881.

[Lewis ActMyth] A.S. Lewis, Acta Mythologica Apostolorum. Volume I Texts. Volume II Translations. London, 1904.

[Moesinger MonSyr G. Moesinger, Monumenta Syriaca ex Romanis Codicibus Collecta, Vol. II. Oeniponte, 1878.

[Moesinger SupplG. Moesinger, Supplementum Corporis Ignatiani a Guilielmo Curetono editi. Oeniponte, 1872.

[Peeters BHO] P. Peeters, Bibliotheca Hagiographica Orientalis. Brussels, 1910.

[Wright ApActs] W. Wright, Apocryphal Acts of the Apostles. Volume I Syriac Texts. Volume II English Translations. London, 1871.

Conteúdo do Manuscrito

1 A história de Tomé o Apóstolo, um dos doze [apóstolos], que ensinou aos hindus [na Índia] e ?em outras ilhas?.

Peeters BHO 1186-1204. ∴ Wright ApActs I 172-333, II 146-298. ∴ Bedjan AMS III 3-175. ∴ Lewis ActMyth I 192-228, II 223-241.

2 A história de Mar Mari o Apóstolo, um dos setenta.

Peeters BHO 610. ∴ Abbeloos ActMaris. ∴ Bedjan AMS I 45-94.

3 A história da imagem do Messias que os judeus da cidade de Tiberias fizeram para zombar dele, nos dias do Rei Zeno.

Peeters BHO 450. ∴ Budge Hist I 157-208, II 171-246.

4 A história de Mateus e André, apóstolos santos, quando entraram e ensinaram na cidade cujos habitantes comiam pessoas.

Peeters BHO 733. ∴ Wright ApActs I 102-126, II 93-115.

5 A primeira história do descobrimento da Santa Cruz, por Protonice, esposa de Cláudio César.

Peeters BHO 214. ∴ Bedjan AMS III 175-183.

6 A segunda história do descobrimento da Santa Cruz, de como os judeus a tomaram do Bispo Simão e, cavando profundamente, a esconderam.

Peeters BHO 215. ∴ Bedjan AMS III 183-187.

7 A história de como Mar Estevão, o primeiro de todos os mártires, foi descoberto.

Peeters BHO 1087. ∴ Bedjan AMS III 188-199.

8 A história de Santo Inácio, bispo da cidade de Antióquia, martirizado nos dias de Trajano, rei perverso.

Peeters BHO 452.  ∴ Bedjan AMS III 103-214. ∴ Moesinger Suppl 3-12.

9 A história do segundo descobrimento da cruz.

Peeters BHO 218. ∴ Bedjan AMS I 326-343.

10 A história do abençoado João bar Malche (filho de Reis).

Peeters BHO 498. ∴ Bedjan AMS I 344-365.

11 A história dos triunfos de Mar Behnan, Santo e Mártir, e de sua irmã Sara.

Peeters BHO 177. ∴ Bedjan AMS II 397-441.

12 A história de Mar Kardag, mártir vitorioso.

Peeters BHO 555-556. ∴ Abbeloos ActKardaghi . ∴ Bedjan AMS II 442-507.

13 A história dos mártires de Kirkuk de Beith Selok (Seleucia).

Peeters BHO 705. ∴ Bedjan AMS II 507-535. ∴ Moesinger MonSyr 63-75.

14 A história de Jacó (ou Tiago? original: Yaqov), o ?amputado?.

Peeters BHO 394. ∴ Bedjan AMS II 539-558.  ∴ Assemani ASM I 242-257.

15 A história de Sultan Madok, de Adorparwa e Mihrnarsa.

Peeters BHO 1106. ∴ Bedjan AMS II 1-39.

16 A história do pai de Mar Jorge (Giwargis), o mártir.

17 A história de Mar Giwargis (São Jorge).

Peeters BHO 312 313. ∴ Bedjan AMS I 277-300.

18 A história de Ciríaco (Qwriaqos) e sua mãe Julieta (Iulita).

Peeters BHO 194. ∴ Bedjan AMS III 254-283.

19 Martírio de Pantaleão e seus companheiros na Nicomédia.

Peeters BHO references only the armenian (835 836) and copt (837) texts.

20 A história dos oito jovens de Éfeso.

Peeters BHO 1013 1015. ∴ Bedjan AMS I 301-311, 528-535.

21 A história de Cristóforo e de todos os que estavam com ele.

Peeters BHO  190 191.

22 Martírio de Mar Sérgio e de Mar Baco.

Peeters BHO 1052. ∴ Bedjan AMS III 283-322.

23 Martírio de Simão (Shimun bar Saba), bispo de Selêucia e Ctesifonte.

Peeters BHO 1117 1119. ∴ Bedjan AMS II 123-207. ∴ Assemani ASM I 10-36.

24 Martírio de Tarbo e sua irmã.

Peeters BHO 1149. ∴ Bedjan AMS II 254-260. ∴ Assemani ASM I 54-59.

25 Martírio dos quarenta mártires (da Pérsia).

Peeters BHO 5. ∴ Bedjan AMS II 325-347.  ∴ Assemani ASM 144-160.

26 História de Raban (nosso mestre) Horzmid, em versos de sete sílabas.

Este texto específico não está referenciado em Peeters BHO.

27 Martírio de Shahdost, bispo de Seleucia e Ctesifonte, e dos 128 mártires que estavam com ele.

Peeters BHO 1033. ∴ Bedjan AMS II 276-281.  ∴ Assemani ASM 88-91.

28 A vida de Mar Eugênio (Awguin), o abençoado.

Peeters BHO 121. ∴ Bedjan AMS III 376-479.

29 A história dos triunfos de nosso mestre Mar Jonas (Yawnan).

Peeters BHO 527. ∴ Bedjan AMS I 466-525.

30 A história de Mar Mica Nuhdaria, filho de um dos chefes dos magos.

Peeters BHO 758. ∴ Bedjan AMS III 510-538.

31 A história de nosso mestre Mar Sava, servo do messias.

Peeters BHO 1029. ∴ Bedjan AMS II 635-680.

32 A história do Santo e vestido por Deus, Mar Daniel Asia (médico).

Peeters BHO 244. ∴ Bedjan AMS III 481-510.

33 A história de Mar Isaías (Eshaia).

Peeters BHO 549. ∴ Bedjan AMS III 534-571.

34 Mártires de Himiar.

Peeters BHO 99. ∴ Bedjan AMS I 372-391. ∴ Guidi LetSim 501-515.

35 História do martírio dos ?atores/bufões? (mimse, maskare, mamaiqane).

36 História de Plácido, de sua esposa e dois filhos.

Peeters BHO 298. ∴ Bedjan AMS III 215-253.

37 Martírio de Cipriano e Justa, a virgem.

Peeters BHO 228. ∴ Bedjan AMS III 322-344.

38 Martírio da freira (bat qiama – filha do convento) Tecla, e quatro freiras que estavam com ela.

Peeters BHO 1157. ∴ Bedjan AMS II 308-313.  ∴ Assemani ASM 123-127.

39 Martírio de Mart (senhora) Juliana (Iulina) a virgem.

40 História da abençoada Tecla, discípula do abençoado apóstolo Paulo.

Peeters BHO 1152-1154. ∴ Wright ApActs I 128-169, II 116-145.

Read Full Post »

MS. Sachau 24 – Manuscrito da Peshitta

MS. Sachau 24 - A rúbrica em vermelho indica o fim do Evangelho de Mateus e  início do Evangelho de Marcos.

MS. Sachau 24 – A rúbrica em vermelho indica o fim do Evangelho de Mateus e início do Evangelho de Marcos. Fim do Evangelho do abençoado Mateus, que pregou em hebreu na Palestina. O Santo Evangelho, a pregação de Marcos.

Visualização: clique aqui.

Manuscrito do Novo Testamento, na versão Peshitta. De acordo com a descrição do catálogo, é de tradição oriental (ou ‘nestoriana’)

Descrição (em alemão): aqui.

Datado palaeograficamente do século 11 – 12. Muitas páginas estão faltando (começa em Mateus 9:14).

Read Full Post »

Ms. or. fol. 620 – Gaza.

Serviços e liturgias para todo o ano.

Staatsbibliothek zu Berlin – Preußischer Kulturbesitz

Visualização: clique aqui.

Ms. or. fol. 620 - Gaza. fol 1v. Staatsbibliothek zu Berlin - Preußischer Kulturbesitz

Ms. or. fol. 620 – Gaza. fol 1v. Staatsbibliothek zu Berlin – Preußischer Kulturbesitz.

Ms. or. fol. 620 Gaza. fol. 42v. Staatsbibliothek zu Berlin - Preußischer Kulturbesitz.

Ms. or. fol. 620 Gaza. fol. 42v. Staatsbibliothek zu Berlin – Preußischer Kulturbesitz.

Este é um belo exemplar de um manuscrito chamado Gaza (Tesouro), da Igreja do Oriente. Contêm os serviços e liturgias de dias em que se comemoram eventos, santos ou pessoas especiais para a Igreja. Também contêm hinos e referências sobre o evento ou santo comemorado. Por exemplo, já no início temos o serviço para a comemoração do nascimento de Jesus. Logo depois, vem uma comemoração em memória (dokhrana) de Maria, mãe de Jesus. Também temos o Dia de Reis, João Batista, comemoração dos quatro evangelistas, etc.

Este manuscrito faz parte da coleção de manuscritos orientais da Biblioteca Estadual de Berlim (Staatsbibliothek zu Berlin – Preußischer Kulturbesitz). Pode usar este link para pesquisar muitos outros manuscritos.

Uma descrição completa, em alemão, pode ser encontrada clicando aqui.

Read Full Post »

Psalmen in nestorianischer Schrift [u.a.] – BSB Cod.syr. 4

Bayerische Staatsbibliothek

Munich Digitization Center (MDZ)

Visualização e Download: clique aqui.

Psalmen in nestorianischer Schrift [u.a.] - BSB Cod.syr. 4  - Bayerische Staatsbibliothek  - Munich Digitization Center (MDZ)

Psalmen in nestorianischer Schrift [u.a.] – BSB Cod.syr. 4 – Bayerische Staatsbibliothek – Munich Digitization Center (MDZ)

Este manuscrito contêm, nos folios 1-87, os Salmos em aramaico, na versão Peshitta, dentro da tradição Oriental (ou nestoriana). Também acompanha cada salmo, breves comentários atribuídos a Teodoro de Mopsuestia. O restante do manuscrito contêm hinos e homilias ligados à liturgia da Igreja do Oriente. a data é 1607 AD.

Informações mais completas deste manuscrito podem ser obtidas no catálogo, clicando aqui (em alemão).

Read Full Post »

G. H. Gwilliam, editor da primeira (e única) edição crítica dos Evangelhos na versão Peshitta, escreveu quatro artigos sobre a versão Peshitta do Novo Testamento, publicados nos volumes da série Studia Biblica et ecclesiastica : essays chiefly in Biblical and patristic criticism. Talvez alguns desses artigos estejam um pouco desatualizados, mas valem a pena conferir.

Studia Biblica et ecclesiastica : essays chiefly in Biblical and patristic criticism

artigos por G. H. Gwilliam

Volume 1 p. 151

A syriac Biblical manuscript of the fifth century with special reference to its bearing on the text of the Syriac version of the Gospels;

Volume 2 p. 241

The Ammonian Sections, Eusebian Canons, and harmonizing tables in the Syriac Tetraevagelium, with notices of Peshitto and other MSS. which exhibit these accessories of the text.

Volume 3 p. 47

The materials for the criticism of the Peshitto New Testament, with specimens of the Syriac Massorah

Volume 5 p. 187

The place of the Peshitto version in the apparatus criticus of the Greek New Testament

Read Full Post »

Visualização: clique aqui.

Este é um leccionário de acordo com  a tradição maronita. Traz os Evangelhos em aramaico e Garshuni[1] em colunas paralelas, na versão Peshitta, junto com os dias do ano em que cada porção deve ser lida, de acordo com o evento a ser observado.

As primeiras páginas do manuscrito apresentam um índice com o festival ou evento a ser comemorado e a leitura do Evangelho correspondente.

Imagens 20 – 215 Evangelho de Mateus
Imagens 219 – 341 Evangelho de Marcos
Imagens 345 – 540 Evangelho de Lucas
Imagens 543 – 695 Evangelho de João

Entre cada Evangelho, existem páginas com imagens de pessoas, mas que eu não sei identificar quem são (talvez os evangelistas?).

Veja as imagens 216, 343 e 542.

Está escrito em duas colunas. A coluna da direita apresenta o texto em aramaico e a coluna da esquerda em Garshuni[1].

A escrita utilizada é o serto, em uma caligrafia bem bonita.

Rúbricas em vermelho ao longo do texto indicam o evento em que determinada porção do evangelho deve ser lida.

[1] Para saber mais sobre Garshuni, leia este artigo: Arabic in Syriac Script: Some Garšūnī Basics.

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: